sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Morte do indio munduruku: Vou requerer comissão parlamentar externa para acompanhar esse caso


Tenho observado a forma cautelosa que todos os segmentos populares e institucionais vem se posicionando sobre conflito e a morte do indio munduruku Adenilson Crixi Munduruku no confronto com a PF, no último dia 7 em Jacareacanga, divisa Pará com Mato Grosso.

Certamente se fosse uma outra policia que tivesse assassinado o indio essa cautela não existiria, pelo contrário, as posições e cobranças seriam energicas e diretas.

Sei que isso se deve em primera mão, à respeitabilidade que esta instituição (PF) possui. Mas também penso que essa cautela pode estar sendo motivada pelo receio (medo) de enfrentamento com uma instituição tão poderosa como é o caso da PF.

Não quero ser precipitado, leviano, mas na condição de parlamentar do estado do Pará e muito bem votado nas duas últimas eleições pelos indios munduruku e população de Jacareacanga, me sinto na obrigação de, em primeiro lugar me solidarizar com a nação munduruku pelo episódio e em segundo exigir que seja apurado e punido com rigor, se for o caso, os policiais federais e seus comandantes que numa luta desigual (eles fortemente armados com armas modernas) cometeram este assassinato. Bem como a apuração e punição de pessoas ligadas a extração ilegal do ouro em terras indigenas.

Na próxima sessão tomarei como iniciativa na Alepa a apresentação de requerimento criando comissão parlamentar externa para acompanhar este caso e ao mesmo tempo acompnhar o processo de regularização dos garimpos da região do tapajós e seus afluentes por entender que a solução dos conflitos passa pela regularização da atividade minerária e não apenas com ações fiscalizadoras, punitivas e represssivas.

Para quem não conhece é bom que se saiba que temos em torno de 60 mil homens trabalhando, na maioria dos casos, de forma artesanal, nos garimpos da região do tapajós e seus afluentes que tiram dessa atividade o sustento de suas famílias  que residem nas vilas do entorno destes garimpos.




 Abaixo Manifesto do CIMI


Manifesto em solidariedade aos índios Munduruku da aldeia Teles Pires



O conflito ocorrido nesta quarta-feira, 7, envolvendo índios Munduruku da Aldeia Teles Pires, fronteira entre Pará e Maranhão, e a Polícia Federal do Brasil, é mais um capítulo de uma novela pautada pelo descaso, violência e destruição das terras e dos povos indígenas. Saldo até agora conhecido: vários índios gravemente feridos; crianças, idosos e mulheres ameaçados e humilhados pelos agentes federais; e um Munduruku assassinado com quatro tiros no peito e um na cabeça.



No final do século XV, antes mesmo da chegada dos portugueses, os espanhóis já haviam tocado a foz do rio Amazonas, levando ao partir algumas dezenas de indígenas para serem vendidos como escravos na Europa.



No final do século XVI, ingleses e holandeses também passaram a convergir sobre esta região com o objetivo de explorar seus recursos naturais. Como inicialmente não foi encontrado ouro ou prata, partiu-se para a exploração dos recursos vegetais, bem como captura dos indígenas para trabalharem como escravos.



500 anos se passaram desde a chegada européia a pindorama, mas o confronto de ontem repete o que ocorria no inicio da invasão. Índio (Munduruku) com flecha defendendo o seu território, e branco (Policial federal) com arma de fogo abatendo quem encontrava pelo caminho.



Por trás de toda esta situação estão os interesses de empresários, ávidos pelos recursos minerais em terras indígenas; latifundiários do agronegócio; empreiteiras construtoras de mega-hidrelétricas nos rios Teles Pires, Xingu e Madeira (o Tapajós é a bola da vez), entre outros. O governo brasileiro dá sustentação ao projeto do capital para a natureza, projeto de exaustão das riquezas naturais da Amazônia, e do mundo.



Por tudo isso, responsabilizamos o governo pelo ocorrido na aldeia Teles Pires. Exigimos que os fatos sejam apurados e os culpados pelos ataques e assassinato do índio Munduruku sejam criminalmente penalizados. Por fim, reiteramos nossa denuncia contra o projeto do governo do Brasil. Projeto de destruição da floresta, dos rios e da vida na Amazônia.



Belém, 08 de novembro de 2012



Assinam este manifesto:



Associação Indígena Tembé de Santa Maria do Pará (AITESAMPA)

Comissão Pastora da Terra (CPT/PA)

Comitê Dorothy

Companhia Papo Show

Juntos! Coletivo de Juventude

Central Sindical e Popular CONLUTAS

Diretório Central dos Estudantes da UFPA

Associação Paraense de Apoio às Comunidades Carentes (APACC)

Diretório Central dos Estudantes da UNAMA

Instituto Universidade Popular (UNIPOP)

Fórum de Mulheres da Amazônia Paraense (FMAP)

Fundação Tocaia (FunTocaia)

Conselho Indigenista Missionário Regional Norte II (CIMI)

Fórum da Amazônia Oriental (FAOR)

TÔ!Coletivo

Fórum Social Pan-amazônico (FSPA)

Associação dos Empregados do Banco da Amazônia (AEBA)

Instituto Amazônia Solidária e Sustentável (IAMAS)

Movimento de Mulheres do Campo e da Cidade do Estado do Pará (MMCC-PA)

Movimento Luta de Classes (MLC)

Associação Sindical Unidos Pra Lutar

Mana-Maní Círculo Aberto de Comunicação, Educação e Cultura

Movimento Hip-Hop da Floresta (MHF/NRP)

Partido Socialismo e Liberdade (PSOL)

Instituto Amazônico de Planejamento, Gestão Urbana e Ambiental (IAGUA)

Diretório Central dos Estudantes da UEPA

Partido Comunista Revolucionário (PCR)

Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH)

Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal do Pará (SINTSEP/PA)

Movimento Estudantil Vamos à Luta

Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (ANDES-SN)

Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU)

Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Gestão Ambiental do Estado do Pará (SINDIAMBIENTAL)

Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários de Ananindeua e Marituba (SINTRAM)

Vegetarianos em Movimento (VEM)

Assembléia Nacional dos Estudantes Livre (ANEL)

Associação dos Concursados do Pará (ASCONPA)

Pastorais Sociais Ampliadas da Diocese de Marabá

Associação Indígena Te Mempapytarkate Akrãtikatêjê da Montanha

Movimento Xingu Vivo Para Sempre

Movimento de Mulheres Trabalhadoras de Altamira Campo e Cidade

Movimento Negro da Transamazônica e Xingu,

Movimento de Mulheres Campo e Cidade Regional Transamazônica e Xingu

Mutirão Pela Cidadania

Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil de Belém e Ananindeua

Partido Comunista Brasileiro (PCB)

Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas (FONASC-CBH)

Instituto Humanitas – Belém/PA

Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará (CEDENPA)

Comitê Xingu Vivo

Concursos: Dnit e Marinha



Convite do Ministério do Meio Ambiente

Do Ministério do Meio Ambiente recebi e agradeço o convite para participar do 4º Premio e 7º Fórum da A3P com o tema "O consumo sustentável e a gestão de resíduos sólidos na administração pública".

Desejo sucesso ao evento!

Dilma telefona para Obama e o parabeniza por reeleição nos Estados Unidos

Fonte: Blog do Planato

A presidenta Dilma Rousseff telefonou nesta quinta-feira (8), às 14h, para o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, para cumprimentá-lo pela reeleição. Ela estendeu os cumprimentos à primeira-dama Michele Obama e às filhas do casal. Durante a conversa, que durou 10 minutos, a presidenta afirmou que a vitória foi importante para o Brasil e para o mundo.

Dilma disse que, durante o segundo mandato do presidente Obama, os dois terão a oportunidade de trabalhar pela ampliação das relações entre os dois países, em especial nas áreas comercial e de investimentos. Ela manifestou ainda sua intenção de que os dois voltem a se encontrar em breve.

Obama agradeceu o telefonema e disse que ficou muito feliz com a chamada. Afirmou que valoriza bastante a amizade e a parceria da presidenta Dilma e que tem grande apreço pelo povo brasileiro. Disse que gostaria de fortalecer as relações com o Brasil. Concordou em que há muito potencial para expansão do comércio e dos investimentos entre os dois países nos próximos anos. Também disse que, neste momento, estará empenhado em resolver questões relacionadas ao orçamento, mas que gostaria muito de encontrar-se com a presidenta Dilma assim que possível. Por fim, desejou felicidades à presidenta e à sua família.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Futebol

Reacende-se a esperança do futebol paraense. Nosso papão está à beira de galgar a posição de retorno á segunda divisão. Da segunda para a primeira é um passo a mais que deve ser colocado como próximo objetivo.

Estou muito confiante no desempenho do papão, pois vem msotrando um bom futebol, ultimamente e agora em paz com a sua torcida que ontem, deu um espetaculo de amor ao clube durante o treino. Certamente, esse amor expresso pela torcida vai empurrar o time rumo à vitória no próximo jogo contra o Macaé. Vamos à vitória!

Que me desculpem os remistas, mas o avanço do Paysandú deve servir de estimulo ao clube rival da capital.

O Pará unido em busca de uma vaga na segunda divisão. 

Á vitória do papão!

Uruará: Deputado manifesta apoio à servidores em greve por salários atrasados



 

                                                           MOÇÃO N°_____________/2012     

                        SOLICITO que seja enviada manifestação de apoio a greve dos servidores públicos municipais do município de Uruará.
                         
A greve acontece pelo motivo dos citados servidores estarem com os salários atrasados, ainda não terem tido recebido a primeira parcela do 13° salário.
                       
 Ressalta-se a importância de implementar políticas públicas com o objetivo da valorização dos servidores públicos, como importante instrumento de gestão e desenvolvimento municipal.
                       
 O pagamento de salários atrasados é uma medida emergencial, pois tais servidores precisam manter suas famílias e a sua própria sobrevivência
                        
REQUEIRO que cópia deste seja enviado ao Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Uruará.
                        
Palácio Da Cabanagem, Salão Plenário Deputado Newton Miranda, aos oito dias do mês de novembro de 2012.                 

AIRTON FALEIRO
DEPUTADO ESTADUAL – PT

Faleiro pede, em moção, que prefeito de Uruará dialogue com servidores em greve



 

                                                           MOÇÃO N°_____________/2012     

                        SOLICITO ao prefeito de Uruará, Sr. Heraldo Pimenta, que abra negociação com o sindicato dos servidores públicos do município a fim de que resolva a situação funcional de salários atrasados e pagamentos da parcelo do 13° dos servidores municipais, abrindo negociação para que se possa chegar a uma resolução, a fim de que a greve possa terminar.
                         
A greve acontece pelo motivo dos citados servidores estarem com os salários atrasados, ainda não terem tido recebido a primeira parcela do 13° salário.
                        
Ressalta-se a importância de implementar políticas públicas com o objetivo da valorização dos servidores públicos, como importante instrumento de gestão e desenvolvimento municipal.
                        
O pagamento de salários atrasados é uma medida emergencial, pois tais servidores precisam manter suas famílias e a sua própria sobrevivência
                       
 REQUEIRO que cópia deste seja enviado ao Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Uruará.
                        
                                            Palácio Da Cabanagem, Salão Plenário Deputado Newton Miranda, aos oito dias do mês de novembro de 2012.                 


                                              AIRTON FALEIRO

DEPUTADO ESTADUAL – PT

Placas: Faleiro manifesta apoio a servidores públicos em greve por salários atrasados

MOÇÃO N°_____________/2012     

                        SOLICITO que seja enviada manifestação de apoio a greve dos servidores públicos municipais do município de Placas, coordenada pela SINTEP e pela SINSPLA.
                       
 A greve acontece pelo motivo dos citados servidores estarem com os salários atrasados, ainda não terem tido recebido a primeira parcela do 13° salário bem como reinvidicam melhores condições de trabalho para os servidores do hospital municipal.
                      
 Ressalta-se a importância de implementar políticas públicas com o objetivo da valorização dos servidores públicos, como importante instrumento de gestão e desenvolvimento municipal.
                       
 O pagamento de salários atrasados é uma medida emergencial, pois tais servidores precisam manter suas famílias e a sua própria sobrevivência
                        
REQUEIRO que cópia deste seja enviado ao Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Placas.
                        
                           Palácio Da Cabanagem, Salão Plenário Deputado Newton Miranda, aos oito dias do mês de novembro de 2012.         

                                      

                                              AIRTON FALEIRO

DEPUTADO ESTADUAL – PT

Faleiro solicita, em moção, que prefeito de Placas dialogue com servidores em greve




                                                                        MOÇÃO N°_____________/2012     

                        SOLICITO ao prefeito de Placas, Sr. Maxwell Brandão, que abra negociação com o sindicato dos servidores públicos do município a fim de que resolva a situação funcional de salários atrasados e pagamentos da parcelo do 13° dos servidores municipais, abrindo negociação para que se possa chegar a uma resolução, a fim de que a greve possa terminar, bem como ações de melhoria de condições de trabalho dos servidores do hospital municipal.
                        
 A greve acontece pelo motivo dos citados servidores estarem com os salários atrasados, ainda não terem tido recebido a primeira parcela do 13° salário.
                        
Ressalta-se a importância de implementar políticas públicas com o objetivo da valorização dos servidores públicos, como importante instrumento de gestão e desenvolvimento municipal.
                       
 O pagamento de salários atrasados é uma medida emergencial, pois tais servidores precisam manter suas famílias e a sua própria sobrevivência

REQUEIRO que cópia deste seja enviado ao Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Placas.                        

Palácio da Cabanagem, Salão Plenário Deputado Newton Miranda, aos oito dias do mês de novembro de 2012.                 

                                             AIRTON FALEIRO

DEPUTADO ESTADUAL – PT

Fiquei feliz com a vitória do democrata Barak Obama

Fiquei feliz com a vitória do democrata Barak Obama, reeleito presidente dos Estados Unidos. Estava torcendo pela sua vitória pois vejo que Obama repaginou as relações dos EUA com a comunidade internacional, em especial o Brasil, pois Obama mostrou grande carinho pelo ex-presidente Lula (o qual chamou de "o cara") e com a presidente Dilma.

Obama além de ter sido o primeiro presidente negro da história do seu país, teve como feito mostrar uma nação mais solidária e mais humanista.

Vejo sua reeleição como positiva. Parabéns!



Na imprensa hoje: Eleição na Alepa movimenta partidos políticos

Fonte: O Liberal

A eleição para o comando da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa) pelos próximos dois anos movimenta os bastidores do Legislativo, do Executivo e das diretorias dos partidos. Os nomes cotados ainda não foram lançados oficialmente. O PT e o PTB não têm candidatos, preferindo cobrar secretarias e lugar na mesa diretora para decidir quem vão apoiar.

O deputado Eduardo Costa (PTB) revelou que participará de reunião no próximo dia 13 com o colega de bancada Tião Miranda e com o deputado federal Josué Bengston para discutirem as possibilidades.

A disputa pela presidência é considerada improvável, mas ela pode ser útil para que o partido retome seu espaço no governo estadual. Embora faça parte da base governista, a legenda está sem cargos de direção no Executivo.

O PTB tinha em suas mãos a Secretaria Estadual de Obras (Seop) e a Ação Social Integrada do Palácio do Governo (Asipag), mas há cerca de um ano perdeu os postos porque seus titulares, Joaquim Passarinho e Mário Moreira foram para o PSD e PSDB, respectivamente.

Eduardo Costa afirma que a fatia de cargos de direção não é condicionante para o apoio ao candidato do governo para a presidência da Alepa. As conversas com o Executivo, disse, já existiam e se intensificarão agora por causa do comando do legislativo e da mexida administrativa para acomodar os aliados das eleições municipais.

O deputado observou que os parlamentares do PTB apoiaram a candidatura do deputado Zenaldo Coutinho (PSDB) para a Prefeitura de Belém, apesar de o presidente do partido, prefeito Duciomar Costa, ter optado pela candidatura de Anivaldo Vale (PR).


NEGOCIAÇÕES


Já no PT, o maior trunfo para tentar a primeira secretaria da Alepa, segundo cargo mais importante do Legislativo porque assina cheques, é a bancada de sete deputados. O líder da bancada, deputado Zé Maria, revela que os deputados se reunirão até sábado para tratar do assunto.

Segundo Zé Maria, a definição do partido, ainda que possa ser mudada até a véspera da eleição, já que o voto é secreto e as negociações são intensas até as últimas horas, será tomada no dia 13, quando for realizada a reunião com a Executiva Estadual do PT.

Ele afirmou que as divergências quanto aos nomes serão tratadas internamente. Por enquanto, a única definição já adotada é que o partido não negociará com candidatos avulsos por causa da pouca chance da candidatura vingar.

Tanto Zé Maria quanto Eduardo Costa revelaram que até agora somente o deputado José Megale (PSDB) os procurou para falar da sua candidatura. Outros são tratados ainda na base da especulação como Márcio Miranda (DEM), Junior Ferrari (PSD) e Martinho Carmona (PDMB).

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Convite do Avefest 2012


Recebi e agradeço o convite enviado pelo Sindicato dos Produtores Rurais de Santa Izabel e Santo Antônio do Tauá e pela Associação Paraense de Avicultura para o AVEFEST 2012 a ser realizado no município de Santa Izabel.

Desejo sucesso ao evento!


Faleiro repercute na Alepa o Congresso dos Extrativistas em Macapá




 Por assessoria

Foto: Jorge Júnior


O deputado estadual Aírton Faleiro (PT) em seu pronunciamento na Assembléia Legislativa, na manhã desta quarta, 07, repercutiu sua participação no III Congresso das Populações Extrativistas, em Macapá-AP, e ressaltou a importância da consolidação deste segmento.  

O parlamentar participou como debatedor em uma das mesas temáticas do evento sobre Educação e cidadania na floresta que discutiu a educação diferenciada no contexto de vida das populações da floresta. “Tive a felicidade de participar como debatedor sobre a educação rural, que faz parte da minha história, no que se refere inclusive à pedagogia da alternância. Devo dizer que saí contente deste congresso - no qual estiveram presentes autoridades, como os ministros Izabela Teixeira (MMA) e Pepe Vargas (MDA) - porque observo que a sociedade, está aos poucos, por mérito das iniciativas das populações tradicionais, reconhecendo este segmento como sujeito social e político, como parte do desenvolvimento econômico do país.”, disse. 

O parlamentar também parabenizou as populações, que saíram da pauta apenas da infra estrutura e da regularização fundiária e avançaram em uma nova pauta: a da educação rural. “Digo que não adianta ter infra estrutura, ter crédito para fomento, Luz para Todos, se não afirmar esse segmento com conhecimento, e não apenas o conhecimento formal, mas com uma concepção que trabalhe a educação para que se prepare tecnicamente para dar conta de sua atividade econômica. Fiz uma critica no congresso de que a forma da educação dos técnicos rurais é muito voltada para assessorar e prestar serviço e não para desenvolver atividades”, afirmou.


O governador do Amapá, Camilo Capiberibe, esteve presente ao evento e foi citado no discurso por Faleiro. “O governador disse que o mundo que olha e quer que a gente preserve a Amazônia, precisa entender que a sustentabilidade da Amazônia passa também pela sustentabilidade das populações tradicionais, estas são as verdadeiras guardiãs da biodiversidade. Mas eles querem ter cidadania e os mesmos direitos que o filho do cidadão urbano tem. O III Congresso foi um momento muito importante da afirmação da cidadania deste segmento”, destacou o deputado. 


 
 Foto da abertura do evento: Eduardo Sá